O Casarão

O antigo casarão de Benjamin Lins tornou-se patrimônio da UPE em 1958, pouco tempo depois o prédio foi tomado pela Ditadura Militar e só voltou a ser dos Estudantes em 1983, pouco depois da Redemocratização do Brasil, dessa vez em forma de comodato.

Esse espaço marcou gerações e teve uma série de acontecimentos que registram grandes contribuições da UPE para a sociedade Parananense, aqui já teve um pouco de tudo, já foi restaurante universitário, gráfica clandestina, palco de grandes manifestações artísticas, culturais e intelectuais, foi ponto da boemia curitibana com o memorado Bar do Cardoso, funcionou como centro educacional, atendendo diversos estudantes, dentre tantos outras atividades que sempre buscavam somar com as experiencias e os conhecimentos do estudante durante seu período escolar ou acadêmico.

Em 2014, a União paranaense dos Estudantes completou 75 anos de uma trajetória que se confunde com as passagens da juventude parananense. A UPE nunca fugiu a luta e esteve sempre presente nos grandes momentos de decisão do nosso Pais, desde a campanha do " O petróleo é nosso" até as mais recentes discussões pela Reforma Politica, momento impar na nossa história.

Nenhum grande história é construída sem dificuldades, e com a UPE não foi diferente. Nós, que construímos a União Paranaense dos Estudantes a 75 anos, carregamos um fardo muito pesado, o Casarão tem cerca de 20 grandes espaços e sempre foi muito difícil mante-lo em funcionamento pleno. Por isso, tivemos tantas idas e vindas.

E a grande novidade dessa nova fase da nossa Sede e principalmente da nossa entidade é que dessa vez, viemos para ficar! A Prefeitura Municipal de Curitiba, no dia 13 de março decretou (decreto 580/2013) que o Palácio dos Estudantes fizesse uso compartilhado do Espaço com a Fundação Cultural de Curitiba, encontramos aqui uma parceria forte, sólida e ligada a um dos principais anseios da juventude e dos estudantes - a cultura. Outra novidade, é que a Secretaria de Esporte Lazer e Juventude, que também se conecta com o ao dia-a-dia do estudante e da juventude Curitibana e paranaense fará parte desse novo ideário.

Temos portanto, a segurança e a certeza de que essa parceria já estava em tempo, com tantas convergências e objetivos em comum, a FFC e a SMELJ garantiram a permanência dos estudantes no casarão, bem como sua inserção no meio cultural,  e participação social da juventude e com um leque muito maior de oportunidades!

Ainda a muito a ser feito na nossa Sede para que ela possa torna-se um grande centro de referencia da juventude e um polo de politicas publicas e atividades artísticas. Temos trabalhado para tornar esse espaço um espaço onde o estuante e o jovem fique a vontade, aqui é onde os pontos em comum da juventude se encontra, mas também se desencontram: quando o jovem leva pra sua escola, universidade ou bairro aquilo que vem sendo pensado por jovens de todos os cantos do nossa Estado.
Você pode fazer oficinas, desenvolver trabalhos, fazer mini-cursos, ensaiar, procurar parceria, desenvolver um projeto, fazer uso do auditório compartilhado, enfim, aqui não se tem padrão, toda e qualquer manifestação educacional, artística, politica e educacional pode e deve ser exercida por você aqui no Palácio dos Estudantes e sem burocracias!

# Redes Sociais