20 de janeiro de 2016

Se a tarifa aumentar, Curitiba vai parar!


Diante do iminente aumento na tarifa do transporte coletivo da Cidade de Curitiba, a União Paranaense dos Estudantes, em conjunto com a UPES e outros movimentos sociais, realizou uma plenária nesta terça (19) no Palácio dos Estudantes para discutir a questão do transporte público e um ato público em protesto ao aumento. 

Membros de Centros Acadêmicos, DCEs, Grêmios Estudantis, Sindicatos, e demais movimentos que discutem a questão do transporte estiveram presentes.

Após um bom debate, a plenária determinou a realização de uma manifestação na próxima sexta-feira (22), com concentração às 18h na Boca Maldita, para pautar a anulação da licitação e dos contratos realizados em 2011, além do não aumento da tarifa. 

“Os R$3,80 são apenas a ponta do iceberg”, declarou o presidente da UPE, Bruno Pacheco. “Precisamos de todas e todos nas ruas na sexta feira, para mostrar que a população não aceita o aumento da tarifa de um serviço que há anos não vê o aumento na qualidade! Vamos discutir o transporte coletivo para além do valor da tarifa, transporte é um direito, e não deve ser tratado como uma mercadoria!”, continuou.

Ainda, na quinta-feira, a UPE e a UPES realizarão uma oficina de confecção de faixas e cartazes como preparação para a manifestação de sexta-feira.


# Redes Sociais