24 de novembro de 2012

ESTUDANTES QUEREM CEEB DEPOIS DE ELEIÇÃO DO DCE DA UEM!


No último dia 22 de novembro de 2012, aconteceu o processo eleitoral do Diretório Central dos Estudantes (DCE) de uma das mais importantes Universidades do nosso Estado.


Lute, cobre, participe!
Cerca de 2296 estudantes da Universidade Estadual de Maringá (UEM) do Campus Sede (Maringá) e dos Campus Regionais (Goierê, Cianorte, Umuarama, Cidade Gaúcha, Ivaiporã) foram às urnas para escolher os estudantes que irão assumir o DCE a partir do ano que vem.


Criado em 1980, o DCE da UEM é a maior entidade de representação dos estudantes da instituição. Além de ser um espaço para os acadêmicos reivindicarem seus direitos, é também uma maneira de uni-los em prol de conquistas para sua universidade.

E o resultado das urnas que abriram ficou assim:
Chapa 1 Sedentarize-se: 107 votos
Chapa 2 Agora só Falta Você: 1036 votos
Chapa 3 Movimente-se UEM: 1096 votos
Brancos e nulos: 13 votos
Centros Acadêmicos da Universidade questionam agora à Comissão Eleitoral sobre a veracidade e legitimidade de todo esse processo. A Comissão considerou eleita a Chapa 3 “Movimente-se UEM”, mesmo diante às diversas suspeitas fraudes como a violação de urnas e manobra eleitoral. Os recursos pedindo explicações concretas da Comissão Eleitoral já foram encaminhados. A apuração dos votos ocorreu na noite do dia 22 e foi acompanhada por cerca de 100 estudantes que permaneceram durante toda a madrugada dentro da universidade.
As urnas dos cursos de Farmácia , Filosofia/Pedagogia/Comunicação e Multimeios, foram impugnadas e agora os estudantes questionam a Comissão Eleitoral sobre a importância da averiguação dos fatos ocorridos, para que possa valer a voz de todos os estudantes da universidade.

A Chapa 2 Agora só falta Você, solicitou ao DCE a realização de um CEEB (Conselho de Entidades de Base) instância deliberativa dos estudantes da universidade, conforme o estatuto do DCE. Entende-se que o CEEB pode legitimar ou não o processo deste ano.
Para Rafael Bogoni, presidente da UPE as falhas que houveram nestas eleições devem ser apuradas em respeito aos estudantes da UEM e a democracia no espaço acadêmico.


"A realização do CEEB é importante, pois terá a função de garantir a lisura do processo eleitoral do DCE. A universidade vive momentos críticos com os cortes de verbas, estamos vendo a precarização das nossas universidades. As entidades estudantis representam essa voz de indignação" disse.


Bogoni ainda ressalta "Em um processo eleitoral de um DCE, a clareza e veracidade dos fatos devem ser pautadas pela Comissão Eleitoral, o que não aconteceu. O mais importante é garantir a força da democracia e o respeito à entidade e aos estudantes no espaço acadêmico."

A chapa agora só falta você, protocolou ontem (23) o recurso à Comissão Eleitoral solicitando a realização de um CEEB. Agora os estudantes aguardam a posição da Comissão Eleitoral.

# Redes Sociais