16 de agosto de 2012

UNE INICIA AS OBRAS DE SUA NOVA SEDE NO RIO DE JANEIRO


Projeto inclui centro cultural com biblioteca, anfiteatro e museu do estudante
No último dia 11 de agosto, sábado, a União Nacional dos Estudantes comemorou o seu aniversário de 75 anos com um ato que marcou um importante dia para a consolidação da democracia brasileira e para o legado da entidade: o início oficial das obras da nova sede da UNE, no terreno na Praia do Flamengo 132, retomado em 2007.

O prédio da entidade foi demolido em 1980, antes disso incendiado em 1964. Em 2008, o presidente Lula esteve no terreno e anunciou que enviaria projeto ao Congresso Nacional propondo indenização do estado brasileiro aos estudantes pela demolição de sua sede, perseguição política, torturas e mortes.
Em 2010, o projeto foi aprovado por unanimidade pelo Congresso, com votos de parlamentares de todos os partidos políticos. Na ocasião, o presidente Lula e o arquiteto Oscar Niemeyer estiveram no terreno para o lançamento da pedra fundamental da nova sede. 
Niemeyer, presença ilustre no lançamento da pedra fundamental, presenteou a entidade com o projeto arquitetônico do novo prédio. “Oscar desenhou o melhor possível. A ideia principal era que o prédio reunisse um centro cultural e um edifício de escritórios”, explicou o engenheiro e braço direito do arquiteto, Fernando Balbi, presente no ato de inauguração das obras.
A nova sede da UNE na Praia do Flamengo 132 terá um anfiteatro, dois cinemas, um espaço multiuso, um museu, uma livraria e um café. A ideia é que o espaço seja ocupado pela classe artística e intelectual do Rio de Janeiro e do Brasil, resgatando a experiência do Centro Popular de Cultura da UNE (CPC), que nos anos 60 reuniu figuras como Vinícius de Morais, Arnaldo Jabour, Cacá Diegues, Ferreira Gullar e Carlos Lyra.
“O prédio tem esse simbolismo do lugar de encontro. Há uma praça interna entre o centro cultural e o edifício de escritórios que funcionará como uma área de convívio, convivência de todos que frequentarem o local”, completou o engenheiro.
O novo prédio da UNE terá a certificação ambiental LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), a ferramenta de maior reconhecimento mundial quanto ao grau de sustentabilidade e eficiência. A construção terá cobertura verde, bicicletário, ar condicionado com a tecnologia VRV – que possibilita economia elétrica de até 40% – sistema de água reutilizada para irrigação do jardim e do telhado verde, sistema de esgoto a vácuo reduzindo o consumo, e vidros de controle solar seletivos, temperáveis, com baixo fator solar e alta transmissão luminosa.
O momento de reconstrução da sede é de grande simbolismo para a UNE, entidade que representa o movimento estudantil brasileiro, ferrenha defensora da liberdade e da democracia desde o ano de sua fundação, em 1937.
Em agosto de 2012, a UNE inicia as obras e a expectativa é a de que sejam concluídas dentro de dois anos. “Se Oscar pudesse ter vindo hoje, sem dúvida estaria muito feliz. Ele está muito contente e orgulhoso com a construção da sede da União Nacional dos Estudantes”, finalizou Balbi.
 por, Camila Hungria.

# Redes Sociais