2 de julho de 2012

Ato contra Golpe no Paraguai unifica população latino-americana



 Apesar da tranquilidade vista nas ruas de Assunção, a quarta-feira (26) foi marcada por manifestações em todo o Paraguai, sobretudo no interior do país. Algumas dessas mobilizações resultam das ações da Frente em Defesa da Democracia, lançada na segunda-feira (25). Outras, no entanto, são espontâneas, auto gestadas por organizações sociais. 
A expectativa é que essas ações culminem em um grande protesto em Assunção na sexta-feira (29). 

De acordo com o coordenador do jornal E’a, Miguel Armoa, em entrevista concedida ao Vermelho, as pessoas que estiveram no ato em Cuidad del Este estavam “verdadeiramente revoltadas. Havia muita indignação e muitos aliados de partidos tradicionais [Liberal e Colorado] também participaram por não concordarem com o golpe contra Lugo."

Este Golpe arquitetado pelos latifundiários paraguaios esta afetando a população que não aceita Federico Franco como presidente, um golpista, segundo a população, que eleito por 39 corruptos como ele. Esses 39 oportunistas não podem decidir o futuro de um país.

"Caminhando e conversando pelas ruas de Ciudad del Este fica bem claro que este povo não vai desistir nunca. Latinoamerica Uni-vos dizem todos" completa Maiara Oliveira dos Santos que é Representante do CUC na Tríplice Fronteira.

Maiara ainda diz que claramente podia se notar em cada olhar a vontade de garantir, através destas lutas e da participação popular, a democracia do país.



# Redes Sociais