26 de junho de 2012

COM NARIZ DE PALHAÇO: ESTUDANTES DA UNOPAR, LUTAM CONTRA REDUÇÃO DE AULAS PRESENCIAIS



Apitos, faixas, caras pintadas, nariz de palhaços, e muita irreverência tomou conta desta noite de segunda-feira (25) na UNOPAR (Universidade Norte do Paraná), cerca de 200 estudantes dos Campus Catuaí, e Piza na cidade de Londrina - PR, se manifestaram contra o novo modelo de projeto pedagógico que a Instituição quer instituir nos próximos semestres.
Essa mudança, prevista para o segundo semestre, está gerando preocupação entre os estudantes e a universidade. A instituição foi adquirida pelo grupo Kroton no final de 2011 e, a partir de agosto, passará por uma reformulação no modelo acadêmico. Entre as modificações que serão aplicadas, a reestruturação da grade curricular dos cursos e também a adequação dos horários de aulas presenciais e virtuais, essas, são as pautas que estão gerando mais discussão.


Georgia Medeiros, estudante de Comunicação Social, coloca as dificuldades que os estudantes irão enfrentar.  “São quatro aulas por dia, mas temos a informação de que essas aulas vão ser reduzidas para apenas três. Nós estamos prestes a perder aula, a perder conteúdo, e a mensalidade continua a mesma”, reclamou.

Em entrevista segundo ela, os estudantes ainda não foram informados oficialmente sobre as alterações. “A direção teria entrado em contato com os coordenadores de vários cursos para comunicar as mudanças na grade, mas nenhum estudante foi informado. Nós iríamos voltar das férias com essa ‘surpresa’, essa redução na nossa carga horária”, disse Georgia. “A carga horária vai ser reduzida? Então, certamente, o salário dos professores também vai ser. Com salários mais baixos, os professores podem ficar insatisfeitos e sair da Unopar. E aí, como ficam os alunos?”, questionou a estudante.

Hoje o Diretor Geral da UNOPAR e representante do Grupo Kroton Educacional, Prof. Ruy Favo apresentou-se em reunião à alguns estudantes. Segundo informações ainda hoje a instituição irá repassar as informações oficiais de como funcionará tal mudança.

A União Paranaense dos Estudantes (UPE), compreende a complexa realidade vivida pelos estudantes da UNOPAR e reitera o seu apoio às diversas manifestações em defesa de uma educação de qualidade, e com a legítima e democrática  regulamentação do ensino privado  na UNOPAR.

Segundo o Diretor de Comunicação da UPE, e ex- estudante de comunicação social da UNOPAR, Ronie Lobato, esse é o momento dos estudantes se organizarem na instituição, para que problemas não existam e que as entidades estudantis, dentro da UNOPAR, possam a cada dia garantir uma educação mais digna a todos os estudantes, sem diminuir horas aulas dos estudantes.
"Vimos realmente que o movimento está crescendo, lutar pelos direitos dos estudantes na UNOPAR, é o compromisso da UPE, acredito que neste momento temos além de pautar uma nova avaliação no projeto pedagógico, temos que garantir que a voz dos estudantes seja ouvida em todos os fóruns de decisão e participação da universidade, nos conselhos universitários, nos diretórios acadêmicos, em toda e qualquer instância que permeie garanta a verdadeira democracia, só assim não teremos problemas como este" disse Ronie Lobato.
As manifestações aconteceram simultaneamente nos dois campus (Piza e Catuaí), nesta noite e ainda nesta semana os estudantes irão se reunir para mais reuniões e/ou manifestações na universidade.
Hoje nas redes sociais, com muitos compartilhamentos a UPE lançou campanha de conscientização, em relação a redução das aulas presenciais! Confira! 
por ComunicaUPE

# Redes Sociais