16 de agosto de 2010

Início das atividades da UNILA


O dia de hoje é um dia especial, dia da inauguração de mais uma Universidade Federal no Brasil. Por si só, já é um grande fato! Democratizar o conhecimento é o que mais precisamos para ter um país soberano. Mas a instituição inaugurada hoje merece mais destaque ainda: começou a funcionar efetivamente, em Foz do Iguaçu, a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), um passo decisivo para que a nossa querida América Latina esteja em sintonia.

Vale lembrar que nesta instituição haverá estudantes brasileiros e de países vizinhos - como Paraguai, Argentina e Uruguai -, que as aulas serão em dois idiomas - Português e Espanhol - e que as áreas do conhecimento englobam também os temas da nossa pátria latina.

Essa é uma experiência muito rica na qual o Brasil se destaca como um dos protagonistas. O Brasil entendeu que só porque é um país com uma renda maior que a de seus vizinhos não precisa se impor sobre eles e nem colocar seus interesses acima de tudo. Assim, o Brasil demonstra que não é apenas o país que precisa se desenvolver, mas sim toda a região. É preciso desenvolver toda a região da América Latina e é justamente essa a proposta da UNILA.

Qualquer tipo de integração não se faz apenas com belas palavras, mas principalmente e sobre tudo com ações concretas, então a criação dessa importante universidade, que se dispõe a isso, está de parabéns. Concluo com uma frase do Reitor Hélgio Trindade: “E essa Universidade não se restringe ao Mercosul. É uma Universidade para a integração latino-americana, que inclui também o Caribe e outros países que não falam português, além do México”.
 
Texto de Adriano Matos "Mu", vice-presidente da UNE-PR.

# Redes Sociais