11 de novembro de 2009

Depois de 12 horas, rua em frente à PUCPR é liberada por alunos

Durante todo o dia, via alternou momentos de bloqueio total e parcial. Estudantes protestam contra o reajuste de 6,49% nas mensalidades, previsto para 2010


O trânsito foi lento durante toda a quarta-feira (11) nas ruas próximas ao campus Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) em razão de um protesto dos estudantes da instituição. A Rua Imaculada Conceição, no Prado Velho, alternou momentos de bloqueio parcial e total. A manifestação foi motivada pelo aumento dos preços da mensalidade em 6,49%, previsto para 2010.


Segundo os organizadores do movimento, cerca de 1 mil pessoas se concentraram em frente à universidade. Os alunos alegaram que o aumento na mensalidade é injusto, pois não há investimentos suficientes. Eles reclamam de problemas de falta de material, insegurança no local e número limitado de vagas de estacionamento.


Saiba mais

Mensalidades escolares sobem 6% Alunos da PUCPR fecham rua em protesto contra aumento de mensalidadeUma reunião entre representantes do Diretório Central de Estudantes (DCE) e a Pró-Reitoria de Administração da PUCPR foi realizada ao longo da tarde, mas não houve um consenso. A direção da universidade informou que os reajustes nas mensalidades se mantém no próximo ano. O índice de 6,49% é considerado “compatível com o mercado e com os investimentos em qualidade previstos para o ano que vem.”


Os estudantes defendem um reajuste máximo de 4,5%, que siga a taxa de inflação. Segundo o presidente do DCE, Rafael Soares, na quinta-feira (12), os manifestantes continuam em negociação com a PUCPR, mas não vão bloquear as ruas. “Vamos manter a base do diálogo e da negociação pacífica”, garantiu Soares. No entanto, segundo ele, por volta das 21h desta quarta, a via pode ser fechada novamente.


A Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran) e o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) acompanharam o protesto realizado e orientaram os motoristas a fazer os desvios necessários. Além da Imaculada Conceição, as ruas Comendador Roseira, Guabirotuba e Iapó registraram tráfego lento.



Mensalidades no ensino particular sobem em média 6%


Segundo projeção do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Paraná (Sinepe-PR), as mensalidades do ensino básico, médio e superior terão reajuste médio de 6% em todas as instituições para o ano letivo de 2010, conforme divulgou a Gazeta do Povo em outubro.

A Federação Nacional das Escolas Particulares aponta fatores como a elevação dos índices de inadimplência como responsáveis por pressionar o reajuste das mensalidades.

 
 
Fonte: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=943312&tit=Depois-de-12-horas-rua-em-frente-a-PUCPR-e-liberada-por-alunos

# Redes Sociais