2 de setembro de 2015

UPE realiza cerimônia de posse da nova diretoria

    


   A União Paranaense dos Estudantes convida todas e todos para a posse da sua nova diretoria, responsável por conduzir a entidade no biênio de 2015-2017. Será realizada no dia 5 de setembro (sábado) as 10h da manhã no Casarão da UPE, em Curitiba.
   Na cerimônia, serão assumidas as 49 pastas da diretoria da entidade que representa 470 mil estudantes universitários do Paraná.
   A nova diretoria tem a frente o estudante de Jornalismo da PUC, Bruno Pacheco, eleito no 45º Congresso da UPE, pela chapa ”UPE na Luta por mais direitos”, que obteve 118 votos, representando 68% do total. As outras chapas inscritas, ‘’Unidade Popular’’ e ‘’Oposição de esquerda’’ receberam 25% (44 votos) e 7% (11 votos), respectivamente.


NA LINHA DE FRENTE A FAVOR DA EDUCAÇÃO


            Dada a situação da educação superior em nosso estado, todos e todas estudantes há muitos anos e, em especial nos últimos meses, nas greves e ocupações de reitoria, tem levantado a pauta que engloba a necessidade da ampliação dos investimentos em nossas universidades, da criação de recursos próprios para Assistência Estudantil, de um plano estadual de educação, e ainda, a reformulação dos processos seletivos como a adesão ao ENEM/SISU nas universidades estaduais, o término das obras atrasadas, a ampliação da democracia e da inserção dos estudantes nos processos decisórios, entre outras demandas.

            A UPE deve também, no próximo período, fortalecer a implementação do Plano Nacional de Educação – PNE -, com a garantia dos 10% do PIB, além dos debates acerca do Plano Estadual (PEE) e dos Planos Municipais (PMEs), garantindo que as metas dessas leis estejam alinhadas com as discussões dos movimentos educacionais.   

1 de setembro de 2015

A América Latina na luta por uma educação pública e gratuita de qualidade

Por Cristiane Tada


    Na última semana manifestantes no Uruguai e no Chile movimentaram as ruas das suas nações em protestos que mobilizaram milhares de estudantes, professores e profissionais da área de ensino.
     Em Montevidéu a reivindicação foi pelos  6% do PIB para a educação e contra o decreto presidencial da essencialidade da educação – que torna o serviço essencial assim como a saúde e proíbe os setores da categoria de entrarem em greve.  
    Já no dia 14 de agosto, dia tradicional de luta para o movimento estudantil uruguaio, além de lembrar seus líderes mortos os estudantes já se mobilizaram pelo financiamento da educação pública em razão da votação do orçamento do país.
     Agora no ato realizado no dia 27 de Agosto novamente organizado pela Federación de Estudiantes Universitarios del Uruguay (FEUU), pela  Coordinadora de Estudiantes de Enseñanza Media (CEEM) e sindicatos da área da educação cerca de 60 mil pessoas compareceram as ruas. A manifestação terminou em um ato cultural em frente do Palácio Legislativo, na Praça Primeiro de Maio, organizado pelos estudantes secundaristas.
    Em virtude dos protestos os estudantes uruguaios obtiveram uma grande vitória. O presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez, acabou de assinar o decreto que anula a essencialidade.

28 de agosto de 2015

Ato Pró Frente Nacional Popular e Democrática do Estado do Paraná

    A proposta de uma Frente Nacional Popular e Democrática do Estado do Paraná será lançada nesta sexta-feira (28)


    Com o objetivo de propor um novo projeto para o país por meio da organização da sociedade, que lance bases para um novo marco civilizatório do Brasil, nesta sexta-feira (28) será lançada a ideia da constituição de uma Frente Nacional Popular e Democrática, às 19h, no auditório do Hotel Bourbon.

   Várias lideranças e entidades políticas participarão do encontro para propor um movimento que defenda os interesses da população, os direitos e o desenvolvimento do país, e que garanta também o respeito à democracia.


# Redes Sociais